GAZA (Reuters) - As facções rivais palestinas Fatah e Hamas concordaram com a formação de um governo de unidade nesta terça-feira, disseram dirigentes de ambos os lados, no passo mais significativo adotado até agora para curar as feridas de sete anos de disputas.

Os grupos tomaram decisões sobre uma lista de ministros independentes e tecnocratas que vão governar as áreas sob controle palestino até as eleições nacionais dentro de pelo menos seis meses, em uma iniciativa que eles esperam possa reviver instituições paralisadas desde que os dois lados travaram uma breve guerra civil em 2007.

Autoridades de ambas as partes disseram em uma entrevista à imprensa na Faixa de Gaza que o presidente palestino, Mahmoud Abbas, fará um anúncio formal sobre o novo governo no final desta semana, depois da escolha do ministro de Assuntos Religiosos.

Israel tem objeções quanto às iniciativas de reconciliação e considera o Hamas, grupo que se recusa a reconhecer o Estado judaico e a renunciar às armas, uma organização terrorista. O país ameaça impor sanções financeiras contra o governo de Abbas na Cisjordânia, ocupada por Israel, se for firmado um governo de unidade.


(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

Reuters

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.