sexta-feira, 25 de abril de 2014

Premiê palestino apresenta renúncia e abre caminho para governo unido

O primeiro-ministro palestino, Rami Hamdallah, ofereceu a sua renúncia nesta sexta-feira (25), informou a agência de notícias oficial Wafa. A medida pode abrir caminho para um governo de unidade acertado entre o presidente Mahmoud Abbas e o Hamas.

Nesta quinta, Israel suspendeu as negociações de paz com os palestinos, afirmando que não pode negociar com um governo que abraça um grupo militante que defende a destruição do Estado judeu.
"Eu apresento a minha demissão e o governo está nas mãos de Vossa Excelência sempre que desejar", disse o premiê, segundo a Wafa.
Hamdallah, cujo papel está limitado à governança interna, apresentou sua renúncia no ano passado em uma disputa sobre seus poderes, mas recuou pouco depois.
O pacto de reconciliação acordado nesta quarta entre o Hamas e o partido Fatah, de Abbas, prevê a busca de um governo de tecnocratas independentes dentro de cinco semanas e a realização de eleições seis meses depois.
Não houve eleições nacionais desde que o Hamas venceu as eleições parlamentares em 2006, levando a uma breve guerra entre o Hamas e o Fatah do ano seguinte, quando o grupo militante assumiu o controle da Faixa de Gaza.

No vácuo político que se seguiu, Abbas nomeou pessoalmente Hamdallah e seu antecessor, Salam Fayyad, enquanto o próprio primeiro-ministro do Hamas, Ismail Haniyeh, governou em Gaza.

G1
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Um comentário:

  1. Tá de parabéns por esse site, sempre tem conteúdo interessante, pena que nem todos leem, muitos apenas olham o titulo, no meu blog são poucos os que comentam, assim percebe-se que nem todos leem.

    ResponderExcluir

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.