No mar de Laptev, ao largo da costa da Yakútia, foi descoberta uma nova ilha. Cientistas acreditam que ela apareceu no local exato onde outrora estava a ilha Vasilievsky, que desapareceu sob as águas há mais de 80 anos.

A terra firme recém-descoberta não deve desaparecer, acreditam especialistas, e depois de ser estudada ela aparecerá no mapa da Rússia.

Em fotografias tiradas de helicóptero se podem ver claramente os contornos da nova ilha – uma cadeia em forma de crescente, cujas pontas se juntam, formando uma lagoa. A ilha foi observada pela primeira vez no outono do ano passado. Pilotos militares, ao sobrevoarem a costa do mar de Laptev, notaram no mar um pedaço de terra firme não mencionada em mapas. Eles fixaram as coordenadas da nova ilha e começaram a observá-la.
Durante o inverno ela cresceu consideravelmente, disse à Voz da Rússia o hidrobiólogo do centro meteorológico de Tiksi, o engenheiro Alexander Gukov:

“Agora vê-se que isso é um amontoado de elevações no meio de um campo plano de gelo. Estes cumes de gelo formaram cadeias que revelam o contorno das elevações da superfície. Mas, aparentemente, essa ilha tem se elevado acima do nível do mar desde o final do outono e o gelo se empilhou sobre ela na forma de vários blocos de 10 metros. Isso confirma água rasa aqui. E também se vê que a ilha existe, que nada lhe aconteceu, e que no verão elá será visível acima da superfície da água.”

Os cientistas presumem que a nova ilha apareceu no lugar da ilha Vasilievsky, que foi descoberta e mapeada em 1814. Ela pertencia ao arquipélago de ilhas da Nova Sibéria. Segundo dados da Expedição Hidrográfica do Oceano Ártico, do início do século passado, o comprimento da ilha Vasilievsky era de cerca de quatro quilômetros e meio, a altura das costas era de até 15 metros. No entanto, isso não salvou a ilha, e com o tempo ela acabou sendo erodida por ondas. E em 1936, desapareceu completamente.

A nova ilha é muito menor em tamanho – cerca de 150 por 150 metros. Em mares do Ártico o surgimento e desaparecimento de pedaços de terra é um fenômeno frequente, nota o investigador principal do Instituto de Geografia da Academia de Ciências Russa Andrei Glazovsky:

“No Ártico, ilhas surgem devido ao fato de que o gelo marítimo, movendo-se em águas rasas, pode juntar depósitos e formar cumes assim. Às vezes, eles podem aparecer acima da água, formando pequenos ilhéus. Eles são, em geral, de vida curta. Este é um meio de formação de terra. O segundo – são ilhas puramente de gelo. Quando um iceberg ou gelo do mar encalha no fundo do mar e se fixa lá. Acima da água fica uma parte do gelo que também parece ser uma ilha. O terceiro meio são vulcões de lama em plataformas árticas que podem criar tais estruturas adicionais como ilhas ou restingas.”

Cientistas planejam desvendar o mistério do surgimento da nova ilha no mar de Laptev muito em breve. Uma expedição internacional está planejada para o verão. Cientistas da reserva de Ust-Lena, dos institutos de pesquisa Ártico e Antártico do Centro de Hidrometeorologia russo, do ramo de Potsdam do Instituto de Pesquisa Polar e Marinha, irão desembarcar na ilha para colher amostras de solo, determinar a idade das rochas e também fazer medições geomorfológicas. Após uma extenso estudo a ilha aparecerá nos mapas da Rússia.

Voz Da Russia

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.