quarta-feira, 23 de abril de 2014

Netanyahu aos palestinianos: "Quando quiserem a paz, digam-nos"

Face às ameaças do desmantelamento da Autoridade Palestiniana e futura ligação ao Hamas, o primeiro-ministro de Israel coloca sob suspeita as reais intenções dos palestinianos, afirmando que isso só indica uma falta de interesse pela paz. 

"Vimos hoje a Autoridade Palestiniana a falar sobre auto-desmantelar-se e juntar-se ao Hamas. Eles têm de decidir, se se vão dissolver, ou se vão buscar a unidade com o Hamas. Quando quiserem a paz, façam-nos saber. Porque nós queremos uma paz genuína" - afirmou Netanyahu.

Negação Palestiniana
Responsáveis da Autoridade Palestiniana presentes em Ramalá negaram entretanto que haja ameaças de dissolução da Autoridade Palestiniana caso falhem as conversações de paz com Israel. 

Mas, apesar desta negação, os rumores persistem de que o presidente da AP, Mahmoud Abbas, tinha nos últimos dias vociferado esta ameaça. 

No próximo dia 29 de Abril termina o prazo estabelecido para as negociações para a paz, não se sabendo como as coisas irão prosseguir, devido ao impasse criado pelos palestinianos que, como lhes é habitual, sempre rejeitam todas as propostas israelitas. 

Para os Estados Unidos a ameaça do desmantelamento da AP é algo que, a concretizar-se, traria graves consequências para todo o processo e para o futuro da região. 

E, como lhes é característico, os palestinianos já acusam Israel de estar a inventar esta dissolução da AP para criar um terreno propício aos seus avanços no terreno, dando como exemplo a construção de novas habitações na Judeia e Samaria.
 
Shalom-Israel-Shalom
DeOlhOnafigueira
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.