terça-feira, 29 de abril de 2014

Christopher R. Hill: ''A Rússia traiu a 'Nova Ordem Mundial''

O diplomata Christopher R. Hill diz que a resposta da  Rússia  para a crise na Ucrânia  significa que Moscou traiu a " nova ordem mundial ", que fez parte dos últimos 25 anos.
Em um artigo que foi publicado pela influente Project Syndicate, Hill, ex-embaixador dos EUA Iraque e Coréia do Sul, escreve que a anexação russa da Crimeia e a campanha de "intimidação" contra Kiev terminou com um período histórico de 25 anos, acusando Moscou de participar da "regressão, recaída e vingança."

A definição de "Hill Nova Ordem Mundial "é a participação de pós-Glasnost da Rússia nas" instituições ocidentais, a economia de mercado e a democracia parlamentar multipartidária".
"Esta  nova ordem mundial  é realizada há quase 25 anos. Com exceção da breve guerra da  Rússia  com a Geórgia em agosto de 2008 (um conflito geralmente visto como instigado por líderes georgianos imprudentes), aquiescência e compromisso da Rússia para a " nova ordem mundial ", embora com problemas, foi uma das grandes conquistas a era pós-Guerra Fria ", escreveu Hill.
Hill, que é conselheiro do Albright Stonebridge Group, uma "empresa de estratégia global" com tentáculos profundo dentro da Casa Branca e o Departamento de Estado vai acusar Moscou de reviver os dias do império soviético, acrescentando que, "A Rússia não parece interessada no que o Ocidente tem vindo a oferecer a ela durante os últimos 25 anos: Um estatuto especial com a NATO, uma relação privilegiada com a  União Europeia, e colaboração nos esforços diplomáticos internacionais."

Argumentando que as sanções do Ocidente não são susceptíveis de ter um impacto, Colina diz que a Otan deve se preparar para o longo prazo, e advertiu que a Rússia "irá tentar criar problemas semelhantes entre os aliados ex-soviéticos", referindo-se à invasão alemã da Polônia em 1939 para sugerir que Moscou poça lançar uma agressão contra outros países da Europa Oriental.
Declaração de Hill que a Rússia virou as costas à "nova ordem mundial" ilustra como Moscou está tentando trazer uma facção alternativa alinhada com os  BRICS  que representam uma ameaça séria para o futuro imaginado por unipolar dos Estados Unidos e  da OTAN.
Em outras palavras, com ou sem a Rússia quer que a elite ocidental está cavando uma nova Guerra Fria e o mundo pode estar entrando o período mais perigoso da história da crise dos mísseis cubanos.

Fonte:  Infowars
O CORREIO DE DEUS
O CORREIO DE DEUS

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO!

Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários!

Comentem mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas desde que tenham coerência no que estão falando. E comentários de links e propagandas de outras páginas não serão publicados também. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco do pensamento bíblico. Att; SITE O CORREIO DE DEUS

Grato pela atenção de todos.